Ministério da Justiça manda PF abrir inquérito sobre morte de Marielle 9

Ministério da Justiça manda PF abrir inquérito sobre morte de Marielle

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, determinou nesta quarta-feira, 22, que a Polícia Federal instaure um inquérito para apurar “todas as circunstâncias” do assassinato da vereadora Marielle Franco, morta em 2018, no Rio de Janeiro.

“A fim de ampliar a colaboração federal com as investigações sobre a organização criminosa que perpetrou os homicídios de MARIELLE e ANDERSON, determinei a instauração de Inquérito na Polícia Federal. Estamos fazendo o máximo para ajudar a esclarecer tais crimes”, publicou Dino no Twitter.

Os ex-policiais militares Ronnie Lessa, acusado de ser o autor dos disparos, e Élcio de Queiroz, acusado de dirigir o carro usado no crime, foram presos em março de 2019 e se tornaram réus pelo homicídio de Marielle.

Desde então, as autoridades tentam identificar possíveis mandantes do assassinato, sem ter sucesso.

A vereadora e o motorista Anderson Gomes foram executados a tiros em março de 2018, no centro do Rio de Janeiro.

A investigação do assassinato da vereadora é repleta de polêmicas, como as tentativas de obstruções, pistas falsas e constantes trocas de comando. Somente em 2022, dois delegados já estiveram à frente da apuração na Polícia Civil.

Também foi mantido um longo debate sobre a possível judicializacão do caso em esfera federal, o que tiraria o inquérito do Rio de Janeiro.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar