in

AmeiAmei

Cadela é adotada aos 19 anos e realiza todos seus desejos no fim da vida

Quando Annie, uma cadela da raça Labrador de 19 anos, chegou ao Dallas Animal Services — o serviço municipal de resgate de animais da cidade americana de Dallas, no estado do Texas —, veterinários estimaram que ela teria apenas um mês de vida pela frente.

No entanto, ela ganhou uma segunda chance de viver — e realizar uma lista de desejos divertidos no fim de sua vida — ao lado de duas novas tutoras, as melhores amigas e colegas de apartamento Lisa Flores e Lauren Siler.

Lauren viu Annie pela primeira vez em um post no Instagram do Dallas Animal Services, quando se preparava para fazer uma viagem. Depois de perder seu cão Bear no início de 2022, ela pensou que seria uma boa ideia ajudar a cuidar dela, mas não entrou em contato imediatamente.

Ao retornar, descobriu através do abrigo que a cadelinha estava sob os cuidados de Stephanie Rowe e Duke Hemstreet, da ONG The Pawerful Rescue, em Royse City.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Lauren Siler (@dallasanimalfoster)

“Quando vimos a Annie, eu pessoalmente senti que eu era forte o suficiente para adotar. Eu não podia imaginar não estar ao lado do meu cachorro [nos momentos finais] e isso me fez pensar que se tudo o que eu tivesse com a Annie fosse apenas uma semana, ao menos ela morreria com alguém que soubesse que a amava. Partiria o meu coração que ela fosse sacrificada em um abrigo, sem ninguém ao lado dela que conhecesse, mais do que se tivermos que passar por este luto quando a hora chegar”, contou ao site do programa Today, da rede americana NBC.

Lauren ainda disse que os fundadores da ONG tentaram prepará-las para a situação de Annie que, sendo tão idosa, requer mais cuidados e, possivelmente, não vá viver um longo período ao lado delas.

“No começo, estávamos apenas animadas para amá-la e estar com ela. Então não pensamos muito sobre o quão difícil seria termos que nos despedir. Acho que estávamos apenas focando na alegria que ela estava nos trazendo na hora e aproveitando amá-la e dar a ela ótimas experiências”, opinou Lisa.

Com as expectativas recalibradas, as amigas se comprometeram com a missão de cuidar de Annie com paciência e carinho, dando todo o suporte de saúde necessário para ela. Tanto que ela já ultrapassou a previsão dos veterinários e está há quatro meses no seu novo lar, onde Lisa e Lauren criaram para ela uma “lista de desejos”.

Na tal lista constam atividades divertidas que possam fazer juntas para que Annie curta ao máximo seus dias finais — sejam lá quantos forem. Desde sua adoção em junho, a Labrador já ganhou uma festa de aniversário, teve uma celebração de Natal em julho, fez um tour para provar hambúrgueres, posou para um ensaio profissional

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Lauren Siler (@dallasanimalfoster)

As próximas paradas da lista incluem um tour de nuggets de frango, se tornar uma chef por um dia e brincar de ser diretora de escola, também por 24 horas.

A jornada de Annie vem sendo documentada no Instagram de Lauren, onde seguidores começaram a se engajar no projeto da lista dos desejos e a sugerir mais ideias a medida que a cadela parece melhorar. Neste período, contou uma das tutoras ao Today, ela até já ganhou um companheiro — Tippy —, outro resgate feito pela dupla.

“Acho que Annie pediu um namorado. Estava na lista dela”, brincou Stephanie, fundadora da ONG The Pawerful Rescue. A dupla se dá bem, segundo Lauren.

Os vídeos que mostram a rotina e as aventuras de Annie e agora Tippy se tornaram virais, atingindo cerca de 20 mil visualizações cada, e a dupla de tutoras estabeleceu até uma caixa postal para que os pets recebam mensagens e mimos de fãs.

A esperança de Lauren e Lisa, além do time da The Pawerful Rescue, é que a história do resgate deles possa inspirar outras pessoas a acreditar que vale a pena adotar cães e outros animais idosos.