in

AmeiAmei KKKKKK AFFAFF

Policial que matou George Floyd é condenado a 21 anos de prisão

A Justiça Federal americana condenou, nessa quinta-feira (8/7), o ex-policial Derek Chauvin a 21 anos de prisão por violar os direitos civis de George Floyd. Ele já havia sido sentenciado a 22 anos por assassinato e homicídio culposo pela Corte do estado de Minneapolis.

Em maio de 2020, Derek Chauvin matou George Floyd, um homem negro, a sangue frio durante uma abordagem. O então policial se ajolheu sobre o pescoço de Floyd durante 9 minutos, que não resistiu. O assassinato gerou protestos por todo o mundo contra o racismo e a violência policial.

Além de Floyd, Chauvin também foi julgado por violar os direitos de uma criança de 14 anos, ocasião em que o ex-policial bateu repetidamente na cabeça do jovem com uma lanterna e se ajoelhou no pescoço dele. O caso ocorreu anos antes da morte de George Floyd.

“Esta sentença deve enviar uma forte mensagem de que o Departamento de Justiça está pronto para processar policiais que usam força letal sem fundamento”, disse a procuradora-geral assistente Kristen Clarke, da Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça.

“Embora nenhuma quantidade de tempo de prisão possa reverter as trágicas consequências das ações violentas de Derek Chauvin, esperamos que esta sentença forneça uma pequena medida de justiça para as famílias e comunidades afetadas”, continuou.

Durante o julgamento, Chauvin admitiu que violou deliberadamente o direito constitucional de Floyd de não ser privado de liberdade sem o processo legal e que não prestou socorro médico ao jovem afro-americano.

O ex-policial branco também disse que “deseja tudo de bom” para os filhos de Floyd, mas não pediu desculpas ou demonstrou remorso pelo ato. Chauvin ainda foi condenado ao pagamento de multa com valor a ser definido.