⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Policial Militar agride esposa e a mata a tiros após discussão na Zona Norte de SP 9

Policial Militar agride esposa e a mata a tiros após discussão na Zona Norte de SP

São Paulo, 4 de dezembro de 2023 – Um policial militar de folga, identificado como Thiago Cesar de Lima, foi preso em flagrante pela Polícia Militar após agredir e assassinar a esposa, Erika Satelis Ferreira de Lima, durante uma discussão dentro de um carro na Zona Norte de São Paulo. As imagens chocantes do incidente foram capturadas por uma câmera de segurança e estão sob análise da Polícia Civil.

O trágico episódio aconteceu no último domingo (3) na Rua Bananalzinho, em Perus. No vídeo, é possível observar o momento em que Erika tenta tirar Thiago do banco traseiro do veículo, resultando em uma acalorada discussão do lado de fora. A situação toma um rumo ainda mais brutal quando o policial dá cinco socos no rosto da esposa e, em seguida, efetua três tiros, atingindo fatalmente a vítima.

O casal estava casado há seis meses, e Erika, de 33 anos, deixa duas filhas de um relacionamento anterior. O agressor, Thiago, de 36 anos, foi levado para o Presídio Romão Gomes, da PM, e responderá pelo crime de feminicídio. A legislação brasileira, desde 2015, prevê penalidades mais severas para homicídios enquadrados como feminicídio, especialmente quando envolvem violência doméstica e familiar.

A pistola Glock calibre .40 utilizada por Thiago no crime foi apreendida para perícia, e a Corregedoria da PM foi acionada para investigar a conduta do policial militar. No boletim de ocorrência, o agressor alegou que atirou na esposa porque ela teria tentado pegar sua arma, versão que não condiz com as imagens registradas.

O caso está sendo investigado pela 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) Norte, e o vídeo, que circula nas redes sociais, gerou revolta e indignação da comunidade. Thiago passará por audiência de custódia nesta segunda-feira (4), onde a Justiça decidirá se ele continuará preso ou responderá ao crime em liberdade.

A morte de Erika reacende o debate sobre a urgência de medidas eficazes no combate à violência doméstica e ressalta a importância de ações preventivas para evitar tragédias como essa no futuro.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar