⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Mulher saudável se identifica como "transdeficiente" e só anda de cadeira de rodas 21

Mulher saudável se identifica como “transdeficiente” e só anda de cadeira de rodas

Chloe Jennings-White, uma mulher de 63 anos de Salt Lake City, Utah, nos Estados Unidos, sofre de um transtorno psicológico incomum chamado Transtorno de Identidade de Integridade Corporal (BIID). Essa condição faz com que o indivíduo tenha uma percepção distorcida de seu corpo, levando muitas vezes a um desejo intenso de amputação ou paralisia.

No caso de Chloe, ela sente que suas pernas não pertencem a ela e há anos tem o desejo de amputá-las. Essa consciência sobre sua diferença começou aos quatro anos de idade, quando viu sua tia Olive usando joelheiras. Desde então, ela tentou várias vezes danificar suas pernas para que precisasse usar uma cadeira de rodas, como um salto de bicicleta aos nove anos que resultou em uma lesão nas costas.

Apesar dos riscos envolvidos em suas ações, Chloe busca constantemente atividades de alto risco, como esquiar sem proteção, na esperança de sofrer um acidente paralisante. Em 2008, o psiquiatra Michael First a diagnosticou com BIID e recomendou o uso de uma cadeira de rodas para aliviar seus sentimentos.

Mulher saudável se identifica como "transdeficiente" e só anda de cadeira de rodas 23

Embora Chloe encontre alívio psicológico ao usar a cadeira de rodas, ela não pode adaptar completamente sua casa para ser acessível a cadeirantes. Além disso, o procedimento médico para cortar seus nervos ciáticos continua sendo inacessível para ela.

Chloe enfrenta críticas e ameaças de pessoas que não entendem sua condição. No entanto, ela descobriu que não está sozinha em seus sentimentos ao pesquisar sobre BIID online e encontrar centenas de pessoas que compartilham sua condição.

Mulher saudável se identifica como "transdeficiente" e só anda de cadeira de rodas 25

Embora seja um transtorno incomum e pouco compreendido, o Transtorno de Identidade de Integridade Corporal é real e afeta a vida de pessoas como Chloe. Esperamos que essa matéria ajude a aumentar a conscientização sobre essa condição e incentivar a empatia e compreensão para com aqueles que sofrem dela.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar