⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Homem com HIV há 33 anos compartilha sua história inspiradora de cura - um dos apenas cinco casos no mundo 17

Homem com HIV há 33 anos compartilha sua história inspiradora de cura – um dos apenas cinco casos no mundo

Em julho de 2022, o mundo celebrou mais um avanço na busca por uma cura para o HIV. Um americano de 66 anos, diagnosticado com Aids em 1988, entrou em remissão total do vírus e da leucemia mieloide aguda após um transplante de células-tronco. Ele foi um dos cinco pacientes no mundo a apresentar esse resultado positivo.

Paul Edmonds, como foi revelado recentemente, é o paciente que alcançou a remissão e decidiu sair do anonimato para compartilhar sua história com a mídia. Em sua entrevista à BBC News Brasil, Edmonds afirmou que está preparado para oferecer seu relato para ser uma inspiração para outras pessoas que vivem com HIV e honrar aqueles que não sobreviveram à doença.

Na década de 1980, as opções de tratamento para o HIV eram limitadas e um resultado positivo era encarado por muitos como uma sentença de morte. Hoje, as terapias tiveram sucesso e portadores do vírus conseguem levar uma vida longa e saudável, mas ainda não existe uma cura e as pessoas diagnosticadas com HIV têm de conviver com o vírus e tomar medicamentos pelo resto da vida.

Paul Edmonds é o mais velho entre os cinco pacientes no mundo que entraram em remissão para HIV e leucemia, e também é o que há mais tempo vivia com o vírus — Foto: CORTESIA/CITY OF HOPE via BBC

O sucesso do caso de Edmonds ocorreu depois de um segundo diagnóstico, quando descobriu que tinha leucemia mieloide aguda. Os médicos ofereceram um transplante de células-tronco de um doador com uma mutação genética rara, chamada CCR5 Delta 32, que torna o organismo resistente ao HIV.

Edmonds recebeu o transplante em 2019 e, dois anos depois, parou completamente com a medicação para controlar o HIV, e até hoje está em remissão de longo prazo, sem HIV ou leucemia detectáveis em seu organismo.

Edmonds recebeu o transplante em 2019, no centro de tratamento de câncer City of Hope (Cidade da Esperança), na Califórnia — Foto: CORTESIA/CITY OF HOPE via BBC

Apesar de esse tipo de transplante ser raro para pacientes com HIV, o resultado de Edmonds e dos outros quatro pacientes submetidos ao mesmo procedimento com sucesso é considerado promissor por médicos e pesquisadores. Espera-se que o acompanhamento desses pacientes e o estudo desses casos possam levar a novos tratamentos e a uma possível cura.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar