in

Google dará bônus de R$ 9 mil a todos os funcionários

A empresa matriz do Google, Alphabet, disse na quarta-feira (8/12) que oferecerá bônus para seus funcionários de todo o mundo após a decisão de adiar o retorno ao trabalho presencial em razão da Ômicron, nova variante da Covid-19.

O benefício será adicionado ao pagamento que já é oferecido para quem está em home office e ao “bônus de bem-estar” depositado pela empresa.

Um porta-voz da companhia contou para a Reuters que todos os funcionários do Google, incluindo estagiários e terceirizados, receberão neste mês bônus de US$ 1,6 mil (aproximadamente R$ 9 mil), ou o valor equivalente na moeda local de cada país. A ideia é dar suporte financeiro maior aos trabalhadores durante a pandemia.

O valor total reservado para o bônus extra não foi divulgado.

A série de benefícios oferecidos pela empresa teve início em março, quando uma pesquisa interna revelou queda no bem-estar dos empregados no decorrer de 2020. Entre eles, está o “bônus de bem-estar”, no valor de US$ 500 (cerca de R$ 2,8 mil).

Na semana passada, foi anunciado que o retorno ao trabalho presencial será adiado por tempo indeterminado, como medida preventiva ao avanço da Ômicron pelo mundo. A previsão anterior era de que em 10 de janeiro de 2022 os funcionários pudessem voltar aos escritórios.