⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Vizinho de 19 anos que arquitetou sequestro de Bruna Biancardi e Mavie se mudou pro condomínio há 7 dias 11

Vizinho de 19 anos que arquitetou sequestro de Bruna Biancardi e Mavie se mudou pro condomínio há 7 dias

Eduardo Seganfredo Vasconcelos, de 19 anos (foto de destaque), preso nessa terça-feira (7/11) pela suspeita de participar do assalto à casa dos pais da influenciadora Bruna Biancardi em Cotia, na Grande São Paulo, voltou a morar há menos de uma semana no condomínio onde ocorreu o crime. Segundo a polícia, a mãe e o padrasto já viviam no local e ele voltou para lá nos últimos dias. Ao tomar conhecimento sobre os vizinhos famosos, passou a planejar o assalto.

Bruna Biancardi é namorada do jogador de futebol Neymar e mãe da pequena Mavie, de apenas um mês.

De acordo com as imagens do circuito interno do condomínio, localizado na Granja Viana, bairro nobre de Cotia, Eduardo dirigia o carro do padrasto (veja abaixo) e entrou no local com dois comparsas.

Após o crime, Eduardo deixou o carro do padrasto no condomínio e tentou fugir a pé, mas foi capturado por guardas civis metropolitanos. Os outros dois criminosos já foram identificados, mas não foram detidos.

Segundo a Polícia Civil, Eduardo tem passagens por tráfico de drogas, já foi condenado por vender crack e havia deixado a cadeia há pouco menos de um ano.

Metrópoles apurou que Eduardo foi detido pela primeira vez no dia 17 de dezembro de 2021, a apenas 13 dias de completar 18 anos. Na ocasião, ele foi acusado de ato infracional análogo ao tráfico de drogas.

Seis meses depois, já maior de idade, ele foi preso em Avaré, no interior paulista, onde foi flagrado vendendo cocaína e crack na tarde de 23 de junho de 2022. Eduardo não manifestou resistência aos policiais, confessou que havia viajado para traficar drogas e foi levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César.

No processo, a defesa de Eduardo tentou impetrar um habeas corpus alegando que ele seria réu primário, tinha emprego lícito e morava com a família. O pedido, no entanto, foi recusado pela Justiça paulista, que manteve sua prisão preventiva durante todo o processo.

Como foi o assalto

Eduardo e os dois comparsas entraram no condomínio na madrugada de terça-feira, aproveitando-se do fato de que o local estava sem energia elétrica, reflexo das fortes chuvas que atingiram a região metropolitana na última sexta-feira (3/11).

Os pais de Bruna foram amarrados, amordaçados e levados para um quarto. Segundo a polícia, um dos criminosos ameaçou jogar óleo quente no olho da mãe da influenciadora.

Os ladrões não encontraram dinheiro no cofre, mas levaram itens como bolsas das marcas Chanel, Louis Vuitton e Dior, e relógios de pulso da grifes Guess e Prada. Os artigos de luxo estão avaliados entre R$ 500 mil e R$ 600 mil.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar