⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

VÍDEO: “Já assistiu filme do Jason?”, diz ex-marido com facão na mão 13

VÍDEO: “Já assistiu filme do Jason?”, diz ex-marido com facão na mão

São Paulo, 11 de junho de 2023 – Leonardo Henrique Pinheiro Brito, de 37 anos, foi preso na noite dessa sexta-feira (9/6) em Santos, litoral de São Paulo, após descumprir uma medida protetiva de urgência em um caso de violência doméstica. A vítima é sua ex-mulher, a enfermeira C.D., de 45 anos, que sofreu agressões e ameaças ao longo do relacionamento.

Leonardo e C.D. se separaram em 2015, logo após o nascimento de sua filha, que hoje tem 8 anos. A decisão de separação foi motivada pelas agressões frequentes e pelo temor da segurança da criança.

Mesmo após o rompimento, as agressões e ameaças por parte de Leonardo continuaram, já que ele insistia em retomar o relacionamento. C.D. relata que em uma ocasião ele chegou a quebrar suas costelas, e em outro momento, quando confrontada por ele ter destruído seu carro novo, foi agredida com um soco no rosto que a fez desmaiar.

Um dos episódios foi gravado por C.D. no início deste ano, quando Leonardo exibiu um facão e mencionou o personagem Jason, conhecido pelo filme de terror “Sexta-Feira 13”. A ex-mulher afirma que ele estava irritado por suspeitar que ela estivesse envolvida com outro homem.

C.D. revela que, de fato, chegou a conhecer alguém, mas o relacionamento não avançou devido às constantes ameaças. Ela sente que, por causa de Leonardo, não pode reconstruir sua vida e teme por sua segurança, descrevendo-o como psicopata e temendo que ele a persiga e tente matá-la.

No ano passado, a Justiça emitiu uma medida protetiva em favor da enfermeira, que continua em vigor. No entanto, o acusado persistiu em entrar em contato e fazer ameaças à ex-mulher, principalmente sob o pretexto de marcar visitas à filha do casal. C.D. relata que ele nunca demonstrou real interesse em estabelecer visitas regulares à criança, aparecendo apenas ocasionalmente como pretexto para manter contato e pedir uma reconciliação.

A prisão de Leonardo Henrique Pinheiro Brito representa um marco na luta contra a violência doméstica, destacando a importância de se tomar medidas legais para proteger as vítimas. O caso também chama a atenção para a necessidade de conscientização e apoio a essas vítimas, que muitas vezes sofrem não apenas com as agressões físicas, mas também com o impacto emocional e financeiro que a violência acarreta.

As autoridades estão empenhadas em garantir a segurança e o bem-estar de C.D. e de sua filha, adotando as medidas necessárias para evitar futuros episódios de violência. É essencial que as vítimas de violência doméstica sejam encorajadas a denunciar e buscar ajuda, para que possam reconstruir suas vidas sem medo e para que os agressores sejam responsabilizados por seus atos.

A sociedade como um todo deve se unir para combater a violência doméstica, promovendo a conscientização sobre o tema, oferecendo apoio às vítimas e trabalhando para criar um ambiente seguro e livre de violência para todos.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar