in

Mulher manda matar o marido após descobrir caso dele com a filha

Uma mulher de 36 anos foi presa preventivamente, nessa segunda-feira, 27, suspeita de encomendar o assassinato de seu namorado, de 38 anos, em Canindé, a 121 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Polícia Civil, o crime teria sido planejado por Maria Aparecida Barroso depois que ela descobriu que seu companheiro manteve relação sexual com a própria filha e um “ficante” da garota.

Segundo o inquérito policial do caso, Maria ficou sabendo da traição através do jovem de 26 anos que teria participado do encontro a três. Depois de contar o caso à mulher, o rapaz colocou-se à disposição  para atuar como intermediador do assassinato do namorado dela. Maria, então, teria pagou a ele cerca de R$ 3 mil, dinheiro que foi repassado a outras duas pessoas – entre elas um adolescente de 17 anos– para que assassinassem o homem.

Ele foi baleado na porta de casa, junto com a filha, que tentou intervir na situação após ouvir os disparos. Os dois foram socorridos para um hospital da cidade e não correm risco de morte. A garota recebeu alta poucas semanas após o crime. Já o pai, que chegou a ficar alguns dias internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foi transferido recentemente para leito de enfermaria.

“A mulher confessou que mandou matar (o marido) porque sofria agressões dentro de casa, não podia sair de casa, e ela disse que chegou a tentar suicídio”, disse Daniel Aragão, titular da Delegacia Regional de Canindé.

Mandante e intermediador foram presos em uma ação conjunta da Polícia Civil e equipes da Polícia Militar. Eles foram encaminhados à Delegacia Regional de Canindé, onde o mandado de prisão por tentativa de homicídio foi cumprido.

Deixe um comentário