⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Jovens não acreditam mais que o Enem seja a porta de entrada para o sucesso, dizem especialistas 13

Jovens não acreditam mais que o Enem seja a porta de entrada para o sucesso, dizem especialistas

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), considerado a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, encerraram-se na última sexta-feira (16). Embora o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ainda não tenha divulgado dados específicos sobre o número de inscritos deste ano, a tendência observada nos últimos anos aponta para uma redução significativa.

Desde 2017, o número de inscritos para o Enem vem apresentando uma queda gradual, mas nos últimos anos essa diminuição se intensificou. O recorde de inscritos foi registrado em 2014, com mais de 8,7 milhões de candidatos. Em 2017, o número ainda era expressivo, com mais de 6,1 milhões de inscrições. Entretanto, em 2022, houve uma queda acentuada, com pouco mais de 3,3 milhões de candidatos se inscrevendo.

A pandemia do novo coronavírus agravou essa situação, levando o ano de 2021 a apresentar o menor número de interessados no Enem desde 2005, com apenas 3,1 milhões de inscritos. Esse total ficou abaixo até mesmo do registrado em 2009, quando o exame passou a ser aceito pela maioria das faculdades como critério de entrada. Antes disso, o Enem era aplicado apenas como uma avaliação dos conhecimentos dos estudantes que concluíam o ensino médio.

A redução no número de inscritos no Enem preocupa especialistas da área educacional, pois a prova é fundamental para o acesso ao ensino superior. Ainda que as razões para essa queda sejam multifatoriais, alguns pontos podem ser destacados, como a crise econômica, as dificuldades enfrentadas pelos estudantes durante a pandemia, a falta de preparo adequado das escolas e a desvalorização do exame perante outras formas de ingresso nas instituições de ensino.

Nesse contexto, é importante ressaltar a oferta de alternativas de preparação para os estudantes. O Encceja, Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, é uma opção para aqueles que buscam obter a certificação do ensino médio. Além disso, existe um curso gratuito disponibilizado em todo o país para preparar os estudantes para o exame.

Outra medida do Ministério da Educação para ampliar as oportunidades de acesso ao ensino superior foi o aumento do teto do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para cursos de medicina. Essa medida visa incentivar mais estudantes a seguirem carreiras na área da saúde.

Diante desse cenário, é fundamental que os estudantes estejam bem informados sobre as opções de preparação e financiamento disponíveis, bem como sobre a importância do Enem para o ingresso nas universidades. A preparação adequada e a valorização do exame são fundamentais para que os estudantes tenham acesso à educação superior e possam alcançar seus objetivos acadêmicos e profissionais.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar