⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Jovem que acompanhava homem que se jogou de cruzeiro pensava em matar ela 13

Jovem que acompanhava homem que se jogou de cruzeiro pensava em matar ela

Em um incidente chocante a bordo do navio “MSC Preziosa”, Carlos Alberto Mota Candreva, de 32 anos, desapareceu no último sábado (30/12), pois se jogou de cruzeiro no mar a cerca de 40 km da costa de São Sebastião, litoral norte de São Paulo. As buscas da Marinha, que entraram no terceiro dia nesta segunda-feira (1º/1), se deparam com uma narrativa intrigante de um possível episódio de ameaças e relacionamento conturbado.

Jovem acusa ameaças antes do incidente

Vitória Bárbara Momenso, a jovem de 27 anos que acompanhava Carlos, revelou ao Metrópoles que horas antes do incidente, ele teria enviado mensagens a um amigo expressando sua intenção de matá-la. Segundo Vitória, enquanto ela estava no banheiro, Carlos teria acessado seu celular, descoberto a senha e enviado prints de suas conversas com outros homens, afirmando que pensava em cometer um ato violento.

A relação entre os dois era casual, mas Carlos, segundo Vitória, insistia em um relacionamento fechado, alimentando ciúmes e desentendimentos. No momento do incidente, próximo ao show de Alexandre Pires, uma discussão foi iniciada, culminando com as últimas palavras de Carlos: “Você duvida?”. Vitória afirma que ninguém ao redor reagiu a tempo de evitar a queda.

História de amor perdido

Vitória conheceu Carlos há aproximadamente dois anos em uma balada de São Paulo, descrevendo-o inicialmente como uma pessoa cheia de luz e alegria. Entretanto, ao longo do tempo, ela observou uma mudança no comportamento dele, especialmente em relação ao desejo de tê-la como namorada.

“O Carlos era uma pessoa cheia de luz, alegre. Mas, com o tempo, o brilho dele sumiu. Ele dizia que tudo na vida dele estava bem, menos nessa parte amorosa, porque ele queria me conquistar”, compartilha Vitória, que afirma que Carlos buscava sua atenção de todas as formas possíveis.

Acusações da família

Enquanto Vitória relata a mudança de comportamento de Carlos e suas tentativas desesperadas de conquistá-la, a família do desaparecido culpa a jovem pelo incidente. A irmã de Carlos, Christiane Mota, alega que Vitória era manipuladora e se aproveitava financeiramente dele.

“O Carlos estava praticamente falido. Ela consumia ele financeiramente. A viagem foi ele que bancou, porque era um sonho dela. Ele surtou. Ela nunca vai admitir isso, mas ela é responsável pelo o que aconteceu. Ela não jogou ele, mas quem fez ele chegar a esse ponto foi ela”, declara Christiane.

Enquanto as buscas continuam e as circunstâncias do incidente são investigadas, o caso levanta questionamentos sobre relacionamentos tóxicos e a importância de abordar questões de saúde mental.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar