⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Homem adota urso e é comido por ele anos depois 13

Homem adota urso e é comido por ele anos depois

Em 2018, a Rússia testemunhou uma tragédia chocante quando Sergey Grigoriyev, um caçador de 41 anos, foi encontrado morto em sua propriedade em Ozersk. O responsável por sua morte foi o urso pardo que ele havia adotado e mantido em sua propriedade por quatro anos. Este incidente levanta questões preocupantes sobre a prática de manter animais selvagens como animais de estimação e as condições em que esses animais são mantidos.

Grigoriyev encontrou o urso quando ainda era um filhote em 2014 e tomou a decisão de adotá-lo. No entanto, quatro anos depois, o incidente veio à tona quando sua família o reportou como desaparecido. Ao chegarem à propriedade, a família de Grigoriyev se deparou com o urso solto e um confronto com o animal ocorreu, resultando na morte do caçador.

Homem adota urso e é comido por ele anos depois 15

As autoridades chegaram ao local e, diante da fuga do urso de sua jaula, decidiram neutralizar o animal para evitar possíveis perigos. O uso de armas de serviço foi confirmado pela polícia, que enfatizou que o urso não representava mais uma ameaça à segurança dos cidadãos.

O incidente gerou preocupações sobre as condições em que o urso, conhecido como Vorchun ou Grumble, era mantido por Grigoriyev. Não está claro como o animal foi tratado durante seu tempo com o caçador, levando o público a questionar a prática de manter animais selvagens em cativeiro.

Homem adota urso e é comido por ele anos depois 17

Revelou-se que Grigoriyev havia adotado outro filhote na mesma época, mas o entregou a uma ‘estação de isca’, onde animais são utilizados para treinar cães de caça. Essas estações são frequentemente criticadas por seu tratamento inadequado aos animais.

O incidente gerou uma onda de discussões nas redes sociais, destacando a imprevisibilidade e a natureza inerente dos animais selvagens. Muitos expressaram críticas à prática de tentar domesticar animais selvagens sem o devido entendimento ou educação, enfatizando a necessidade de respeitar a natureza dos animais.

Amigos de Grigoriyev compartilharam preocupações sobre ele manter um urso que já o havia atacado anteriormente. Apesar dos conselhos para se livrar do animal, Grigoriyev recusou-se a ouvir. O incidente serve como um lembrete impactante dos perigos associados à criação de animais selvagens como animais de estimação.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar