in

ForçaForça GRRGRR AFFAFF AINAIN KKKKKK AmeiAmei

Morre menina de 12 anos que estava internada após ser baleada

Morreu a menina de 12 anos que estava em uma garagem e foi baleada horas após o fim das eleições presidenciais, no último domingo (30). O crime aconteceu no bairro Nova Cintra, na Região Oeste de Belo Horizonte. No mesmo dia, Pedro Henrique Dias Soares, de 28 anos, também foi alvejado. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Além de Pedro e de Luana Rafaela Oliveira Barcelos, uma mulher de 47 anos também foi atingida na mesma garagem. Todos foram encaminhados para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. A morte foi confirmada por uma tia da criança.

O suspeito de atirar contra as vítimas é Ruan Nilton da Luz. Ele está preso desde a segunda-feira (31). De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), ele teve outra passagem pelo sistema prisional em julho de 2004.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que acionou o hospital e todos os trâmites já estão sendo providenciados para a remoção do corpo da vítima para o Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette.

Sobre a causa da morte, a PCMG informou ainda que a conclusão depende da elaboração e finalização dos laudos. Em relação à motivação, a polícia esclarece que está sendo investigada.

Relembre o caso

“A gente estava em uma comemoração entre família. Meu sobrinho estava cantando ‘é Lula, é Lula’, porque ganhou. [O suspeito] simplesmente saiu atirando porque o Lula ganhou. O cara já chegou atirando”, disse a tia de Pedro, Amanda Dias de Paula, que tinha deixado o local poucos minutos antes da chegada do atirador.