⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Ex-BBB Felipe Prior é condenado a seis anos por estupro cometido em 2014 13

Ex-BBB Felipe Prior é condenado a seis anos por estupro cometido em 2014

No último sábado, dia 8 de julho, uma decisão judicial chocou o público brasileiro: o ex-participante do reality show Big Brother Brasil (BBB), Felipe Prior, foi condenado a seis anos de prisão em regime semiaberto por estupro. A sentença foi proferida pela juíza Eliana Cassales Tosi Bastos, da 7ª Vara Criminal de São Paulo, e se refere a uma denúncia feita em 2020.

A condenação de Prior é em primeira instância, e o caso está sendo mantido em sigilo para preservar a identidade da vítima, conhecida como Themis. De acordo com o relato apresentado na acusação, Themis afirmou ter sido vítima de estupro por parte do ex-BBB no ano de 2014.

A decisão da Justiça destaca que Felipe Prior utilizou-se da força física para cometer o ato de violência sexual. O documento descreve que ele segurou a vítima pelos braços e pela cintura, além de puxar seus cabelos, demonstrando um comportamento agressivo. Nesse momento, Themis suplicou para que ele parasse, deixando claro que não desejava manter qualquer relação sexual.

A sentença proferida pela juíza Eliana Cassales Tosi Bastos é uma medida importante no combate à impunidade de crimes dessa natureza. Apesar de poder recorrer em liberdade, a condenação de Prior lança luz sobre a importância de se garantir a proteção das vítimas e de se promover a responsabilização pelos atos de violência sexual.

Este caso reforça a necessidade contínua de uma sociedade empenhada em combater a cultura do estupro e em proporcionar um ambiente seguro para todas as pessoas. A condenação de um ex-participante de um programa de grande visibilidade como o BBB evidencia a importância de tratar todas as denúncias de violência sexual com a seriedade e a justiça que merecem.

É fundamental lembrar que o sigilo em torno do caso é essencial para proteger a vítima, garantindo sua segurança e privacidade.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar