⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Técnico de enfermagem de 22 anos precisou arrancar 1/4 do pulmão por usar vape 13

Técnico de enfermagem de 22 anos precisou arrancar 1/4 do pulmão por usar vape

Um técnico de enfermagem dos Estados Unidos, Jonathan Belcher, foi internado às pressas no estado da Virgínia no mês de abril passado, após seu pulmão ser perfurado devido ao uso excessivo de vape. O jovem, de apenas 22 anos, enfrentou uma lesão grave em seu pulmão esquerdo, semelhante a um buraco, que resultou na fuga de ar pela caixa torácica.

A condição, além de extremamente dolorosa, poderia levá-lo à morte em questão de horas, caso não fosse tratada a tempo.

Para resolver o problema, foi necessário realizar uma intervenção urgente. Segundo Belcher relatou ao Daily Mail, o ar foi drenado utilizando um cateter e cerca de 1/4 do pulmão teve que ser removido. A cirurgia permitiu que o órgão fosse costurado, possibilitando que o jovem voltasse a respirar.

Belcher descreveu a experiência como angustiante, afirmando que acordou com a sensação de que estava morrendo e sentia muita dor a cada respiração. Ele comparou a sensação a ter um balão em seu peito prestes a explodir.

O jovem técnico de enfermagem admitiu ser viciado no uso de cigarros eletrônicos desde os 17 anos. Seu vício havia atingido um nível preocupante, pois ele inalava o equivalente a 20 cigarros por dia através do vape. O colapso de seu pulmão serve como um alerta para os perigos associados ao uso excessivo desses dispositivos.

Após o incidente, Belcher continua afastado do trabalho e enfrenta dificuldades até mesmo para falar. Os efeitos prejudiciais do uso excessivo de vape afetaram profundamente sua saúde e qualidade de vida. O relato de sua experiência serve como um lembrete contundente de que o vício em cigarros eletrônicos pode ter consequências graves e devastadoras.

Jonathan Belcher ressalta a importância de compreender que não se trata apenas de uma questão de “se” acontecerá algo ruim com quem usa vape, mas sim de “quando”.

Ele enfatiza que é difícil abandonar o vício, mas é fundamental reconhecer os perigos e buscar ajuda para superá-lo. O caso de Belcher ilustra vividamente como o uso excessivo de cigarros eletrônicos pode levar a sérias complicações de saúde, incluindo lesões pulmonares graves.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar