in

Casados há 80 anos, idosos centenários morrem com horas de diferença

Histórias de amor sempre encantam e emocionam as pessoas. Não é à toa que os filmes de romance sempre estão em alta e fazem com que várias pessoas sonhem em viver aquelas histórias. Contudo, às vezes, momentos que poderiam estar em um filme acontecem na vida real, como por exemplo, o caso desse casal de idosos centenários.

Os idosos Hubert e June Macilote faleceram na última semana com somente 20 horas de diferença em um hospital no estado de Ohio, nos Estados Unidos. Os dois tinham 100 anos e passaram 79 anos casados um com o outro. O casamento deles rendeu três filhos, sete netos e 11 bisnetos. E todo o amor e companheirismo dos idosos pôde ser visto até mesmo no momento da sua morte.

De acordo com o Dayton Daily News, a saúde de June tinha piorado na última semana de novembro e fez com que ela precisasse ser internada. Como o caso da idosa era terminal, o máximo que o hospital podia fazer era cuidados paliativos, ou seja, aqueles que têm o objetivo de deixar o paciente o mais confortável possível quando já não tem mais o que fazer.

Claro que com uma notícia dessas, o marido de June, Hubert, ficou bastante abalado e também ficou doente. E assim como a esposa, o idoso entrou em um estado terminal. Por conta disso, os idosos foram internados juntos.

O curioso foi que, por mais que June tenha ficado doente primeiro, foi Hubert quem faleceu primeiro. O idoso faleceu às 21h15 na noite do dia 30 de novembro. Depois de 20 horas, a idosa acompanhou seu marido e veio a óbito na outra tarde.

Depois da morte do casal de idosos, Sam Malicote, um dos três filhos deles, falou ao Dayton Daily News sobre a perda dos pais. “Eu me sinto triste, mas não deveria. Quem pode esperar viver uma vida assim? Eles viveram uma vida longa e feliz, juntos, e foram dedicados a Deus e à família”, disse ele.