in

AFFAFF KKKKKK AmeiAmei ForçaForça GRRGRR AINAIN

Zezé xinga fã que quebrou discos ao descobrir apoio do cantor ao Bolsonaro

Zezé Di Camargo lançou ontem sua mais nova marca de festas, “Rústico”. Na estreia do evento, em Goiânia, esta coluna de Splash esteve presente, e falou com o sertanejo sobre um vídeo que viralizou recentemente: um fã quebrou todos os discos que tinha de Zezé e Luciano após o primeira voz declarar apoio a Jair Bolsonaro (PL) nas eleições de 2022.

O sertanejo diz que não chegou a ver o vídeo, mas rejeita a atitude:

“Não merece ser meu fã. Atitude de gente burra e idiota, que mistura as coisas. Quer dizer que agora eu vou deixar de gostar de uma pessoa porque ela admira a outra? Se eu sou são paulino, não posso gostar de corinthiano? Ou flamenguista? O que ele fez é de uma burrice tremenda”.

Zezé continua: “Esse tipo de gente não vai fazer falta na minha vida. Fez um favor pra mim. Não sabia que tinha gente desse tipo que gostava de mim. Tomou um grande prejuízo, perdeu dinheiro, e não mudou absolutamente nada minha vida.”

O vídeo que ganhou as redes sociais foi publicado após Zezé, ao lado de outros sertanejos, visitarem o Palácio da Alvorada, em Brasília.

No show de ontem em Goiânia, Zezé foi interrompido diversas vezes sob os gritos de “mito, mito”.

Logo no início da apresentação, o sertanejo recebeu uma bandeira do Brasil da mão de uma fã e, antes que os gritos pró-Bolsonaro tomassem conta do espaço, ele pediu: “Vamos deixar isso para o fim do show? Se eu falar o nome do Bolsonaro agora, vai ser só ele. Eu apoio Bolsonaro, mas vamos deixar isso mais pro final.”

Pressão a mais em Goiânia

Lançar seu mais novo projeto em Goiânia é, como diz Zezé, “estar em casa”. O músico, que nasceu em Goiás, recebeu muitos amigos e familiares, entre eles a mãe, Helena, e o filho, Igor.

“Bate um frio total na barriga. É aquela emoção e até insegurança às vezes. Aqui bate ainda mais forte. Estão todos os amigos, mas também todos os críticos. Tenho respeito e quero sempre entregar o melhor”, conta o sertanejo.

A ideia de “Rústico” é viajar o Brasil levando, além do show de Zezé, com grandes clássicos, participações de cantores tradicionais de cada região. No Rio de Janeiro, por exemplo, o sertanejo pretende convidar Zeca Pagodinho para a festa.

“Quero participações de pessoas que sejam ‘rústicas’ em seus lugares. O Zeca é aquele cara que ainda vive rusticamente. Além disso, trago um repertório muito grande da minha carreira. Hoje, em Goiânia, cantei apenas 20% dos nossos sucessos. Fora o lado B que muita gente conhece”.