in

KKKKKK AmeiAmei

Youtuber grava assalto falso, mobiliza helicóptero, viaturas da PM e é preso

Uma simulação de assalto terminou em prisão real no estado de Santa Catarina, e mobilizou até mesmo helicóptero da Polícia Militar, com viaturas e perseguição digna de cinema. No entanto, o entretenimento custou caro para o youtuber envolvido no projeto.

O homem, de 28 anos, foi detido na última quarta-feira (18), na cidade de Balneário Camboriú, após o que teria sido uma simulação de assalto em via pública, além da gravação que envolveu outras pessoas. A busca pelas imagens provocou o desespero de moradores.

Até o momento, a PM não liberou a identificação do nome e o canal do youtuber oficialmente.

O caso foi narrado conforme informação das autoridades e testemunhas que foram vítimas do assalto fake promovido pelo criador de conteúdos para a plataforma YouTube.

Inicialmente, os policiais teriam recebido um chamado via 190 para o bairro Nova Esperança, em Balneário, com informações que informavam sobre um roubo acontecendo próximo a um clube de tiro. Os homens estariam portando armas do tipo fuzil. Além disso, os supostos assaltantes teriam iniciando fuga em uma caminhonete Ranger.

Essa denúncia foi encarada como grave pela Polícia Militar, que disponibilizou todas as viaturas e motocicletas do 12º Batalhão da Polícia Militar da cidade, além de um helicóptero do tipo Águia.

Inclusive, na busca pelo deslocamento rápido até o local da simulação de assalto, muitas autoridades cruzaram sinais vermelho, andaram na contramão e ultrapassaram o limite de velocidade, colocando outros motoristas em perigo.

Simulação de assalto comprometeu segurança

A Polícia Militar também informou que o atendimento da simulação de assalto deixou outras ocorrências policiais na fila de espera, pois todas as autoridades disponíveis seguiram para Nova Esperança pela gravidade da denúncia.

A princípio, os moradores da região indicaram para a polícia a rota do veículo suspeito na simulação de assalto. No entanto, demorou pelo menos 30 minutos com as equipes sobrevoando a área para encontrar a indicação da referida caminhonete.

A aeronave águia 07 e policiais mobilizados de Itapema e Itajaí passaram por toda a BR 101, inclusive com barreiras para evitar possível fuga. No entanto, localizaram o carro estacionada em uma residência, como relatou a Polícia Militar, em nota.

Operação de cerco

Em seguida, os policiais cercaram a casa e abordaram o morador informando sobre as denúncias. No entanto, o homem, que não foi identificado, disse que era youtuber e estava apenas gravando uma simulação de assalto para seu canal. As armas eram do tipo airsoft, com imagens da via pública.

Além disso, não existia nenhuma autorização dos órgãos públicos competentes para gravar essas cenas com imagens.

Inicialmente, os moradores locais denunciaram à polícia que o homem estava apontando uma arma e mandando todos irem embora com voz e gestos. Também pareciam agressivos, além de estarem na via correndo. Eles teriam ido até uma fábrica próxima e ordenaram que um funcionário do local ligasse para a polícia.

YouTuber preso

Embora tivesse tentado explicar a situação, o youtuber foi preso pela simulação de assalto, com enquadramento no artigo 265 do Código Penal. Isso porque ele atentou contra o funcionamento do serviço policial, além de crimes de ameaça e a contravenção penal de perturbação do trabalho ou sossego alheios.

Para essas indicações, as penas podem chegar a 5 anos de prisão, dependendo da sentença. O homem e outros envolvidos receberam encaminhamento para a delegacia detidos pelas autoridades.

Além disso, as armas de airsoft e outros itens que fizeram parte da gravação do vídeo foram apreendidos. Os policias encontraram, nas câmeras, as cenas de gravação que apareceram na simulação de assalto e mostram mais sobre o trajeto dos suspeitos.

Esse conteúdo pode ser utilizado nas acusações, e o youtuber segue detido, sem novas atualizações sobre as próximas etapas de avaliação.