in

Ritual de 72 horas sem sexo pode ter esfriado relação de Gisele e Tom

Os fofoqueiros de plantão apontaram mais um motivo para uma possível crise no casamento de Gisele Bündchen e Tom Brady. De acordo com o jornal Marca, um ritual de abstinência sexual antes dos jogos teria esfriado a relação dos dois.

As informações são de que Tom tem a política de não transar nas 24 horas que antecedem as partidas de futebol americano – a depender da importância da competição, esse tempo poderia chegar a 72 horas.

Ainda segundo a publicação espanhola, uma fonte da NFL afirmou que o casamento “esfriou como gelo”, e que Gisele já teria desabafado com amigos que precisava de mais do marido.

Por que a abstinência?

Apesar de não haver nenhuma regra específica no esporte quanto à proibição da prática sexual antes de torneios, muitos atletas recorrem à abstinência sexual para guardar energia se manter na melhor forma possível durante as partidas.

Em entrevista anterior ao Metrópoles, o atleta brasiliense de triathlon Thiago Canabrava afirmou que, se feito em um contexto responsável, o sexo não causa desgaste suficiente para ser prejudicial.

“No dia antes de uma competição, nós temos que priorizar o descanso. Se você descansar bem, de forma alguma o sexo vai te prejudicar. O problema é se ele vier junto com o consumo de álcool, festas, entre outras coisas”, explicou.