in

KKKKKK

Prefeito mineiro defende separar Nordeste do Brasil após vitória de Lula

Vittorio Medioli (Sem Partido), prefeito de Betim (MG), defende que o Nordeste seja separado do restante do Brasil.

A declaração, que foi feita no jornal O Tempo, do qual é dono, ocorre após o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencer em todos os estados da região. Ele é apoiador declarado do presidente Jair Bolsonaro (PL), que perdeu com 49,1% dos votos, contra 50,9%.

“Um que produz mais e arrecada impostos, e outro, paradoxalmente mais carente, que vive das transferências. Dessa forma, a divisão territorial, por meio de um ‘divórcio consensual’, está com suas sementes se espalhando”, expõe.

De acordo com ele, tem que “dar a Lula o que é de Lula e a Bolsonaro o que é de Bolsonaro”, e que essa seria, talvez, a “única solução para resgatar a legitimidade ameaçada”. Medioli é italiano naturalizado brasileiro em 1981, e ocupa o cargo de prefeito de Betim desde 2017, além de já ter sido deputado federal de 1991 a 2017.

Na publicação, ele ainda demonstra apoio às manifestações antidemocráticas que acontecem no país. “Com exceção do Nordeste, milhões de pessoas se aglomeram em frente aos quartéis do Exército procurando alternativas ao que não querem”.