in ,

AmeiAmei

Pabllo Vittar se prepara para o Lollapalooza, fala de turnê internacional e feat com Anitta: "quero muito para esse ano"

Prestes a conquistar toda a Europa com a turnê que fará no continente ainda este ano, Pabllo Vittar receberá a bênção dos brasileiros no dia 25 de março, no palco do Lollapalooza 2022. A cantora se apresentará no festival no mesmo dia em que Doja Cat, Machine Gun Kelly, The Strokes, Marina e outros, prometendo alavancar os níveis de brasilidade do lineup e agitar o palco principal.

Em uma entrevista exclusiva ao Papel Pop, a cantora falou o que os fãs podem esperar de sua apresentação (adiantamos que muita coreografia e vocal!), além de se abrir sobre a emoção de entrar em um palco, colaborações de seu próximo disco de estúdio, além dos festivais que fará ao redor do mundo. 

Leia a entrevista na íntegra:

Você vai se apresentar no primeiro dia do Lollapalooza e já queremos saber: vai levar os quatro palcos do “I AM PABLLO” para o festival? Os fãs podem esperar muita coreografia e troca de figurino? 

Meu sonho é levar os quatro palcos, mas impossible! (risos) Mas podem esperar um show maravilhoso com setlist ‘mara’, com muita coreografia dos meus dançarinos impecáveis, looks, surpresas e muito mais.

Dentre essas surpresas, teremos alguma participação surpresa?

Ainda não tem nada confirmado sobre participantes porque o show está muito redondo.

Recentemente viralizou pela internet um vídeo em que você se emocionou muito em Belém do Pará com toda a plateia cantando suas músicas. Pabllo Vittar, the queen, ainda fica nervosa ao entrar no palco? Ainda fica assustada com tanta gente fazendo coro às suas músicas?

Nervosa, ansiosa, capenga, xoxa, manca… sempre! Ainda mais agora que ficamos dois anos em pandemia, a gente se reavalia e se coloca à prova de novo, isso é muito legal. Para mim, como artista, eu me sinto viva. Chegar e encontrar os fãs é muito legal, tudo isso é muito mais legal que qualquer outra coisa. Eu sou uma artista de performance, eu gosto de estar lá me jogando, sentindo a emoção e suando com a peruca colando nas costas. Isso me faz viver.

E esse frio na barriga mudou ao longo do tempo ou é o mesmo de sempre?

Não posso dizer que é o mesmo de sempre porque somos mutáveis. Eu acho que ele aumentou pela vontade de querer voltar aos palcos depois dessa pandemia.

Alguns rumores já estavam rolando, mas recentemente você confirmou que ainda em 2022 vem mais um feat com a Anitta. Vocês já têm a música? Podemos esperar algo na linha de “Sua Cara”? 

A música ainda não está pronta e ainda temos nossas agendas e compromissos, mas quero muito para esse ano. Vai estar no meu próximo álbum e é só isso que eu posso falar.

Você havia comentado que o I AM PABLLO serve muito como um portfólio para mostrar ao mundo o que você pode fazer. O show no Coachella vai ser uma oportunidade única para também mostrar isso. O que você está preparando? A setlist vai ser mais voltada às músicas internacionais?

Vai ser muito eu, sabe? Óbvio que vai ter muitas brasilidades porque eu sou assim, o nome já diz: I AM PABLLO. I AM BRASIL. Mas vai ter sim um carinho especial, um olhar voltado mais para o público da gringa, mas sem esquecer quem eu sou, eu sou do Brasil e eles estão me levando para lá justamente por ser quem eu sou e eu tenho isso muito em mente. 

Não vou para lá para pretend to be (em tradução livre, “fingir ser”). Não vou fingir ser uma coisa que eu não sou, vou ser eu na minha maior plenitude e atmosfera possível. A gente já tá se preparando há três anos quase. Mas vamos que vamos, estou muito ansiosa e feliz, vai dar muito certo.

Para finalizar, você vai fazer uma bela de uma turnê pela Europa e em alguns festivais fora do país. Antes de colocar o pé na estrada de vez, pretende lançar novas músicas para esse público, além da já confirmada com Rina Sawayama?

Estou ansiosa! A gente tá trabalhando para isso, tanto para os fãs de lá quanto os daqui. Não queremos esquecer a galera daqui de jeito nenhum.