in

Nego do Borel fala sobre saída de A Fazenda, cita racismo e nega

Fonte

Ele começou a gravação abordando as acusações de que foi alvo antes de entrar no reality show, à época do fim do relacionamento com Duda, negando todas elas. Nego afirmou que o fuzil que tinha em casa, era de paintball – esporte de combate no qual a arma é usada para disparar bolas de tinta –, que exames comprovaram que ele não tem HPV e que os R$ 2 milhões em espécie, que a ex-namorada disse que ele tinha em casa, na verdade eram R$ 420 mil, que ele já comprovou ser dinheiro de origem lícita.

“Fui acusado de ser racista. Venho da favela, sou preto, minha família é preta. Eu nem tenho argumento para isso”, disse o cantor, reclamando que seu lado nas polêmicas em que se envolve nunca é ouvido. “Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário, junto com a polícia, não têm tido valor porque mesmo assim as pessoas vem me julgando e atacando. Estou sentindo que minha voz não vale nada. Hoje eu vejo o preconceito, o racismo escancarado na nossa sociedade”, lamentou.

Deixe um comentário