in

Em discurso de posse, Lula anuncia revogação dos decretos que dão acesso a armas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou, neste domingo (1), durante seu discurso de posse no Congresso Nacional, que revogará os decretos que dão acesso a armas de fogo no Brasil.

“O Brasil não quer e não precisa de armas na mão do povo, o Brasil precisa de segurança, de livro, educação e cultura”, disse o presidente.

Entre as promessas feitas pelo presidente neste domingo, estão, também: discutir uma nova legislação trabalhista e zerar filas no INSS.

Discurso

Lula começou o discurso agradecendo aos eleitores para, em seguida, falar, sem citar explicitamente, dos processos em função da Operação Lava Jato e do tempo em que ficou preso em Curitiba.

“Se estamos aqui é graças à consciência política da sociedade brasileira e à frente democrática que formamos. Foi a democracia a grande vitoriosa, superando a maior mobilização de recursos públicos e privados que já se viu; as mais violentas ameaças à liberdade do voto”, disse.

Em seguida, falou sobre a democracia e conquistas dos seus dois primeiros governos. “Ao retornar a este plenário da Câmara dos Deputados, onde participei da Assembleia Constituinte de 1988, recordo com emoção os embates que travamos aqui, democraticamente, para inscrever na Constituição o mais amplo conjunto de direitos sociais, individuais e coletivos”, lembrou.