in

AmeiAmei

Indya Moore agradece a "Born This Way Foundation", de Lady Gaga por lhe oferecer um lar antes da fama

Após receber o convite para o jantar da “Born This Way Foundation” de Lady Gaga e a Dom Pérignon no MoMA neste sábado (13/11), Indya Moore, estrela da série “Pose” de Ryan Murphy como Angel Evangelista relembrou do momento em que não tinha uma moradia para o Page Six e agradeceu pelo apoio que recebeu da fundação da cantora.

Descrevendo a experiência como “muito assustadora”, Moore revelou que teve problemas antes de conseguir o papel no drama da Fox:

“Antes de começar a trabalhar em ‘Pose’, não muito antes disso, eu não tinha casa. Eu estava lidando com muitas coisas na minha vida pessoal que eu nunca tive a oportunidade de resolver. Eu fui direto para o trabalho e ser artista é tudo que eu sou para as pessoas, e agora eu estou tentando ser algo a mais para mim. E é nisso que eu foco. As pessoas não deviam ter que ficar sem casa, especialmente em cidades, especialmente em lugares onde você não pode plantar sua própria comida na terra. Então é bem difícil, especialmente quando você é jovem, especialmente quando você é queer, quando você é trans”. – disse Moore ao tabloide.

Ainda sendo uma realidade mundo afora, as agências de adoção deixam de cuidar dos jovens após completarem 18 anos, mas Moore disse que a organização não governamental de Gaga, co-fundada com sua mãe, Cynthia Germanotta, faz doações que permitem que as crianças continuem no sistema por mais tempo:

“Eu pude ficar sob os cuidados da agência de adoção até os meus 22 ou 23 anos. Foi por causa dessa fundação que eu tive a oportunidade de estar a salvo por tanto tempo e ter algum tipo de estrutura”. – completou dizendo.

Tendo ganhado destaque como modelo em campanhas para as marcas Gucci e Dior antes de assumir papéis em algumas grandes produções, Indya segue se consolidando cada vez mais como um dos grandes nomes dentro da comunidade LGBTQIA+, sendo artista queer e sem gênero.