in

Homem que agrediu mulher trans e disse que “bateria de novo” é preso pela polícia

Uma mulher trans foi covardemente agredida enquanto trabalhava na Cidade Alta, em Natal. A agressão foi registrada por uma câmera de segurança. A imagem mostra a vítima parada na calçada quando o agressor surge e desfere um soco no rosto do trabalhador.

O criminoso foi levado à delegacia e disse que bateu e que bateria de novo, pois “tem que botar mulher, não tem que botar ‘viado’ para trabalhar”.

O agressor foi preso:

Felipe Araújo, que agrediu Luara Betytis, foi preso no final da tarde deste sábado (4).

A prisão foi realizada em cumprimento a um mandado contra o agressor com o objetivo de preservar a integridade física e a vida da vítima.