in

AFFAFF

Harry Potter | Warner Bros considera reboot da franquia

Ainda não está confirmado, mas a saga de Harry Potter pode ganhar um reboot em breve. Isso significa que, se tudo der certo, veremos a mesma história sendo interpretada por atores diferentes. O boato é do canal de YouTube Valliant Renegade e do site WDW Pro. De acordo com os veículos, a ideia é que a adaptação dê vida nova aos sete longas da saga.

Embora nada esteja confirmado, David Zaslav, CEO da Warner Bros, afirmou, durante a conferência de resultados do terceiro trimestre da empresa, que estaria disposto a colaborar com J.K.Rowling — a autora de Harry Potter — para criar mais conteúdos sobre o bruxo.

Ele também se mostrou interessado em adaptar a peça de teatro Harry Potter e a Criança Amaldiçoada para o cinema. Na obra, Harry já está adulto, tem três filhos e trabalha para o Ministério da Magia. Ao mesmo tempo que lida com as responsabilidades da vida adulta também tem que lutar contra forças das trevas que surgem de lugares inesperados.

A peça, com cinco horas de duração, chegou aos palcos de Londres em 2016 e se tornou um sucesso de público. A ideia de Zaslav é continuar investindo no bruxo mais famoso do mundo para atrair receita.

“Não fazemos um filme de Harry Potter há 15 anos. Os filmes da DC e os filmes de Harry Potter forneceram grande parte dos lucros da Warner Bros”.

E Animais Fantásticos?

Apesar de ser a prequência de Harry Potter e trazer novas histórias à saga, a Warner Bros não está desenvolvendo nenhum filme adicional para Animais Fantásticos. Isso porque, apesar de ter sido planejada para ganhar cinco filmes, o último a ser lançado, Os Segredos de Dumbledore, teve a pior bilheteria de toda a franquia Wizarding World (que inclui todos os filmes já lançados).

E, por falar na franquia, vale ressaltar que vários atores, como Daniel Radcliffe e Emma Watson, pararam de se associar com J.K Rowling após declarações preconceituosas da autora sobre pessoas transexuais e travestis. Ela é famosa por demonstrar publicamente sua aversão à comunidade LGBT.

E você, o que acha de um possível reboot de Harry Potter?