in

Embaixada do Brasil em Paris acordou com absorventes higiênicos amarrados na entrada

247 – Neste domingo (10), integrantes de diversas organizações de resistência intervieram em frente à Embaixada do Brasil em Paris e se opuseram à oposição de Jair Bolsonaro à distribuição gratuita de absorventes internos para estudantes de baixa renda. Centenas de absorventes higiênicos foram amarrados às grades da propriedade com slogans que diziam “As mulheres vão derrubar você”; “Saia de Bolsonaro”, “Genocídio”, “600.000 pessoas morreram”, “Mais saudáveis” e outras frases escritas em vermelho, escrito em duas línguas. De acordo com os grupos Alerta França Brasil / MD18 e Ubuntu Audiovisual, a iniciativa do Bolsonaro é uma “tentativa de atacar a dignidade das mulheres mais vulneráveis”.

“Cerca de 5 milhões de brasileiras estiveram ameaçadas de perder o acesso a um dos itens básicos da higiene feminina”, destacaram as duas entidades. “Deixou de novo patente a falta de empatia e sensibilidade de um governante cruel e mesquinho, que despreza as mulheres”, complementaram.

“Com isso denunciamos a misoginia de quem ocupa a cadeira da presidência e, ao mesmo tempo, reforçamos nossa solidariedade às mulheres que poderão ser afetadas, caso o levantamento do veto seja apenas mais uma bravata e não se concretize”.