in ,

Em entrevista Tom Holland revela que não continuará na carreira de ator

Recentemente Tom Holland estampou a capa da revista GQ e também deu uma extensa entrevista aos mesmos sobre sua carreira e vida pessoal.

Em um dos momentos, o entrevistador questiona que Tom tem a chance de fazer muitos outros filmes, pois tem 19 anos e há muita carta na manga. Por surpresa o interprete não acha que seja viável:

“Talvez seja hora de eu seguir em frente. Talvez o melhor para o Homem-Aranha seja que eles façam um filme de Miles Morales.”, diz ele. Mas também: “Se eu continuar sendo o Homem-Aranha depois dos 30 anos, fiz algo errado”.

Quando questionado sobre os projetos futuros, Jacob Batalon (Ned Leeds), amigo e um dos personagens de Homem-Aranha respondeu:

“Ele fala muito sobre ser o novo James Bond”, diz Jacob Batalon. 

Tom Holland está envolvido em alguns outros projetos já programados com a Apple TV+ mas depois disso ele ainda não sabe o que irá fazer.

“Simplesmente não posso fazer isso”, diz Tom sobre a sua vontade de fazer um mochilão pela Europa.

Ainda sobre sua carreira no futuro o mesmo diz que tem certeza de que não continuará sendo ator para sempre!

“Definitivamente, não acho que quero ser ator pelo resto da minha vida”. Antes de Hollywood, Holland treinou rapidamente como carpinteiro, um hobby que ele ainda adora. “Sempre fui muito bom com as mãos. Se algo está quebrado, sempre posso descobrir uma maneira de consertar. ” Ele tem essa ideia romântica de “comprar prédios de apartamentos e alugá-los mais barato do que o necessário, porque não preciso do dinheiro”.

Por último, Tom revela ter muita vontade de ser pai:  “Eu ficaria muito contente em ser apenas um pai que fica em casa e produzir um filme aqui e ali”, diz ele. Isso não quer dizer que isso vai acontecer agora. “Posso começar a filmar The Crowded Room e dizer, ‘Quer saber, é isso que farei pelo resto da minha vida’. Ou posso fazer o Homem-Aranha 4, 5 e 6,termine quando tiver 32 anos e nunca mais faça outro. Não tenho certeza do que quero fazer. ”