in

VÍDEO: Edir Macedo compara gays a bandidos em horário nobre da Record TV

Líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo pregou homofobia em uma transmissão ao vivo na Record neste sábado (24). O dono da emissora comparou homossexuais com bandidos e deixou claro que pessoas que se relacionam com outras do mesmo sexo são seres humanos ruins.

O fato rapidamente revoltou o público nas redes sociais por causa do caráter da transmissão. Macedo lia uma passagem bíblica sobre a importância da união familiar quando decidiu abordar a questão dos pecados do mundo.

O bispo comparou a comunidade LGBTQIA+ com criminosos e disse que eles eram “maus” por causa do fim da inocência na Terra. Ele afirmou que ninguém nasce nessa condição.

Ninguém nasce mau. Ninguém nasce ladrão, ninguém nasce bandido, ninguém nasce homossexual, lésbica… Todo mundo nasce perfeito com sua inocência. O mundo, porém, faz as pessoas serem o que elas são, quando elas aderem ao mundo.

“Edir Macedo espalhando ódio ao vivo em rede nacinal com direito a homofobia e tudo mais”, escreveu revoltado um internauta que se identifica apenas como Ítalo. “Edir Macedo falando que ninguém nasce mau e citando bandido, assassino etc. Do nada, ele coloca gay e lésbica no meio”, afirmou Rafa Marques.

Confira o vídeo:

Sem qualquer aviso prévio ou propaganda em sua programação, a Record decidiu colocar uma pregação de Edir Macedo em pleno horário nobre. Juntamente com a mulher, Ester Bezerra, e outros familiares, o bispo comandou nesta véspera de Natal o programa Bênção Para a Família em sua Casa. A atração durou 30 minutos.

Macedo é dono da Record e líder da Igreja Universal do Reino de Deus. O programa especial já havia ido ao ar em 2021, mas na faixa da tarde. Neste ano, muito pelo crescimento da influência da igreja no comando da emissora paulista, optou-se por promover a atração para a faixa mais nobre da TV.

Na abertura, Macedo agradeceu aos telespectadores e fiéis: “Eu quero muito agradecer a vocês que estão aqui conosco. Nós não estamos presencialmente juntos, mas no nosso coração, na nossa fé, a Record nos une”. Quem também estava no especial era Cristiane Cardoso, filha do bispo que cuida diretamente da dramaturgia bíblica da Record.