in

Com tornozeleira eletrônica, Zé Trovão é eleito a Câmara dos Deputados por mesmo partido de Bolsonaro

Alvo de ações do Supremo Tribunal Federal (STF) e usando tornozeleira eletrônica, o caminhoneiro Zé Trovão foi eleito para a Câmara dos Deputados com 71,140 mil votos em Santa Catarina. Apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL), Marcos Antônio Pereira Gomes faz parte da mesma legenda que o atual chefe do executivo e foi décimo quarto candidato mais votado do estado para o cargo.

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, mais conhecido como Zé do Trovão, ficou famoso por organizar atos antidemocráticos nas manifestações de 7 de setembro de 2021, para pressionar o Senado a dar andamento aos pedidos de impeachment contra ministros do STF. Na ocasião, ele teve a prisão decretada pelo ministro Alexandre de Moraes e passou cerca de 40 dias foragido no México.

Nesta eleição, o PL destinou R$ 500 mil para Trovão fazer sua campanha. Proibido pelo STF de fazer publicações em redes sociais desde 2021, o caminhoneiro driblou a decisão do tribunal para divulgar sua candidatura a deputado federal por Santa Catarina em um vídeo no Telegram. O vídeo foi publicado em um grupo de apoiadores do bolsonarista que contava com mais de 11 mil inscritos, mas retirado do ar da plataforma logo após por “violar leis locais”, segundo a ferramenta.

No 7 de setembro de 2022, data do bicentenário da Independência, comemorado por Bolsonaro no Rio de Janeiro e em Brasília, Trovão não teve sua presença registrada em nenhum grande ato.