VÍDEO: Joalheira canadense viraliza criando anéis e pulseiras utilizando sêmen humano como matéria-prima 9

VÍDEO: Joalheira canadense viraliza criando anéis e pulseiras utilizando sêmen humano como matéria-prima

https://www.hypeness.com.br/2022/09/joalheira-canadense-viraliza-criando-aneis-e-pulseiras-utilizando-semen-humano-como-materia-prima/

A joalheira e tiktoker canadense Amanda Booth vê o sêmen humano como uma joia em potencial – e não só no sentido figurado, mas também literal: a artista utiliza a ejaculação masculina como matéria-prima para o desenvolvimento de anéis, pulseiras e colares.

Intitulada “Jizzy Jewelry”, a coleção de joias de sêmen naturalmente viralizou nas redes sociais, em postagens nas quais a designer mostra o processo e o resultado de suas criações.

Amanda Booth, joalheira e tiktoker canadense, assina a "Jizzy Jewelry"

Amanda Booth, joalheira e tiktoker canadense, assina as peças da “Jizzy Jewelry”

Anéis, pulseiras e colares que usam o esperma como base formam a coleção

Anéis, pulseiras e colares que usam o esperma como base formam a coleção

-Daniela Mercury revela que pagou R$ 30 mil por sêmen em leilão de Zezé di Camargo

Como ela trabalha

A ideia de Booth causou espanto, mas principalmente profundo interesse – e fez sucesso: em outro post, ela mostra uma geladeira repleta de amostras de sêmen para a criação de novas peças.

De acordo com a própria artista, as amostras serão desidratadas, processadas, transformadas em pó e misturadas a uma argila branca especial para criação das joias: as miçangas, similares a pérolas, adornam anéis, pulseiras e colares assinadas pela joalheira.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Amanda Booth (@trinketsbyamandabooth)

“Esteja você registrando sua jornada fértil, buscando um presente de vasectomia, preparando uma surpresa para seu parceiro ou parceira ou simplesmente buscando especialmente próximo, nós podemos transformar seu ‘gozo’ em uma gema!”, diz o texto, no site da artista. O nome da coleção vem da gíria “jizz” que, em inglês, é o termo coloquial para o esperma.

A argila especial, na qual o esperma processado é misturado, pode ser modelada na forma que quiser

A argila especial, na qual o sêmen processado é misturado, pode ser modelada na forma que quiser

O cliente envia ao menos uma colher de chá de sêmen coletada, e pode projetar a forma do pingente

O cliente envia ao menos uma colher de chá de sêmen coletada, e pode projetar a forma do pingente

-Artista cria joias vivas que continuam crescendo enquanto você as veste

De acordo com Booth, é necessário ao menos uma colher de chá de sémen para misturar com a argila, que pode ser esculpida nos mais variados formatos – e que pode ser personalizada para cada encomenda. A primeira “Jizzy Jewelry” foi vendida há pouco mais de um mês, e desde então os novos pedidos “inundaram” as caixas de mensagem da artista, que recebe encomendas pelas páginas ou pelo email [email protected].

Cinzas, leite e cabelo

Amanda começou a popularizar seu trabalho como joalheira apenas no ano passado, mas rapidamente ganhou popularidade na internet justamente pelo uso de materiais inesperados – e que oferecem um sentido pessoal e íntimo às joias. Peças feitas com leite maternocabelo e até mesmo cinzas de pessoas falecidas viralizaram em 2021, e seguem como matéria-prima para outras  criações, que se valorizam não somente pela estética, mas por uma preciosidade realmente especial e singular.

Outras joias assinadas por Amanda feitas com leite materno na composição do pingente

Outras joias assinadas por Amanda feitas com leite materno na composição do pingente

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar