⚡ Curiosidades, celebs, séries, músicas, cinema e muito mais!

+1 202 555 0180

Have a question, comment, or concern? Our dedicated team of experts is ready to hear and assist you. Reach us through our social media, phone, or live chat.

Bolsonaro mandou trocar "golpe" por "revolução de 64" no Enem, diz jornal 9

Bolsonaro mandou trocar "golpe" por "revolução de 64" no Enem, diz jornal

https://www.metropoles.com/brasil/politica-brasil/bolsonaro-mandou-trocar-golpe-de-64-por-revolucao-no-enem-diz-jornal

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) censurou questões sobre a ditadura militar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, Bolsonaro pediu ao ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro, para que questões sobre o Golpe Militar de 1964 fossem tratadas como revolução.

O governo passa por uma crise que envolve denúncias de interferência em conteúdo e assédio moral de servidores. O pedido de Bolsonaro teria sido feito no primeiro semestre, segundo relataram integrantes do governo.

Capitão reformado, Bolsonaro é defensor da ditadura militar (1964-1985), já elogiou torturadores e tem histórico de criticar o Enem por uma suposta abordagem de esquerda.

Após denúncias de interferência na prova por parte dos servidores, ele disse nesta semana que o exame começava a ficar com a “cara do governo” e voltou a criticar a prova.

A visão de Bolsonaro contraria os fatos e a historiografia, que apontam o movimento de 1964 como um golpe militar ou civil-militar, na visão de alguns historiadores.

Bolsonaro nega

O presidente Bolsonaro afirmou na quarta-feira (17/11) que não viu as questões da prova que será aplicada em 2021. Na segunda-feira (15/11), ele disse que as questões da edição deste ano não repetirão “absurdos” do passado.

“Não, não vi. Eu não vejo, não tenho conhecimento”, respondeu Bolsonaro, durante viagem pelo Oriente Médio.

Compartilhe essa notícia ✈️
0
Compartilhar
URL compartilhável
👀 Talvez você queira saber
0
Compartilhar