in ,

AmeiAmei

Benedict Cumberbatch explica porque aceitou papel gay

O astro de Doutor EstranhoBenedict Cumberbatch abriu o jogo sobre ter aceitado o papel de um cowboy homossexual em Ataque dos Cães. O ator e seu companheiro de elenco, Kodi Smit-McPhee, se abriram sobre os desafios dos seus personagens durante o Telluride Film Festival em Veneza.

“Eu me sinto muito sensível quanto à representação, diversidade e inclusão. Um dos atrativos do trabalho era a ideia de que neste mundo, com esse personagem específico, havia muito que era privado, misterioso”, afirmou Cumberbatch.

O astro, que já interpretou um personagem gay em 2014, o matemático Alan Turing em O Jogo da Imitação, é sincero sobre seu papel enquanto ator e defende sua escolha.

“Não foi feito sem pensar. Eu também sinto um pouco como se tudo que a gente faz tem que ser público? Precisamos explicar todos os nossos momentos privados em nossa história sexual? Acho que não. Jane [Campion] nos escolheu como atores para desempenhar esses papéis”, disse ele. “Essa é a pergunta dela a ser respondida.”

A fala de Cumberbatch antecede as possíveis críticas que ele sofreria, uma vez que a questão da representatividade entre atores e atrizes que interpretam personagens LGBTQi+ está sempre em discussão.

No entanto, seu colega Smit-McPhee tinha um desafio adicional interpretando Peter, que é um jovem mais feminilizado do que o personagem de Cumberbatch.

“Eu diria que há muito em Peter com quem me identifico. Claro , sou um homem hetero, mas estou extremamente em contato com meu lado feminino. Fui criado por minha mãe e minha irmã. Claro, meu pai tem uma enorme influência masculina na minha vida, mas ele nunca poderia realmente me afastar do lado feminino que eu tenho intrinsecamente em mim. Era apenas uma questão de trazer à tona e deixá-lo exposto ao mundo. Foi uma coisa realmente experimental, mas linda de se fazer”, declarou Smit-McPhee.

O ator parece estar se adaptando a desafios, uma vez que ele em seguida interpretará o guitarrista Jimmie Rodgers na próxima cinebiografia de Elvis Presley. Mas a diretora de Ataque dos CãesJane Campion, parece ter ajudado o jovem astro a se preparar adequadamente para o papel.

“Uma coisa que realmente se destacou em Jane é que ela me desafiou a sair da minha zona de conforto. No início eu estava tipo, ‘Não sei o que estou fazendo, não sei se posso encontrar algo mais do que o que fiz durante todos esses anos’. Mas quando eu simplesmente me rendi a isso e aceitei e me diverti com isso, Jane me ajudou a trazer mais para Peter do que eu poderia trazer a mim mesmo”, afirmou.