in ,

ForçaForça

BBB 22: Onde está Marielza, participante que sofreu um AVC dentro do reality

A dona de casa passou por um grande susto na quinta edição do programa, e precisou ser substituída

A quinta edição do “Big Brother Brasil” é uma das mais queridas pelo público. Com muita demonstração sobre jogo da maioria dos participantes, ela contou com personagens bastantes carismáticos, como Grazi Massafera e Jean Wyllys, o grande vencedor.

Mas teve uma participante em especial que não foi esquecida, mesmo saindo na segunda semana: a dona de casa Marielza Souza. Ela precisou ser retirada do programa após ter um AVC depois de usar o ofurô. Pela gravidade da situação, ela não foi autorizada a voltar para o reality.

Onde ela está?

Em entrevista ao jornal Extra, em janeiro de 2021, ela contou que mesmo por pouco tempo, o BBB trouxe coisas boas. “Hoje eu só conto quando a pessoa é mais chegada mesmo, para não parecer esnobe (ri). O programa fez com que muitos anjos aparecessem na minha vida. Só posso agradecer”.

Ela também relatou que além do problema que teve dentro da casa, sofreu mais dois infartos ao longo da vida: “Sofri três AVCs e posso dizer que sou uma sobrevivente. Ainda enfrento um sério problema na coluna. Mas não posso reclamar de nada. Deus me deu muitas chances de sobrevivência. Acredito que tem muita coisa boa para acontecer ainda na minha vida”.

Atualmente, ela está aposentada e vive com uma renda de R$1.000 mil por mês. Mas apesar disso, faz questão de lembrar que está melhor que antes: “Tenho uma vida financeira razoável. Estou melhor do que alguns anos atrás”.

Reprodução/Jornal Extra

Marielza junto com a sua filha Carolina (a esquerda) e com uma amiga da família. – Reprodução/Jornal Extra

 

Globo sabia dos riscos: participante sofreu AVC dentro do BBB

Na noite do dia 22 de janeiro de 2005, a dona de casa Marielza de Souza Santos, então com 46 anos, sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) dentro da casa do BBB5 e acabou tendo que deixar o programa diretamente para o hospital.

Marielza entrou no reality após ser sorteada em uma promoção da Telemar. Nos primeiros anos do BBB, alguns participantes eram escolhidos por meio de sorteio popular.

A baiana desmaiou por volta das 21h30, quando estava dentro da banheira do spa do BBB, sendo prontamente socorrida pelos colegas de confinamento. O médico Rogério Padovan (foto abaixo), que também concorria, acabou prestando os primeiros socorros.

Naquele dia, Marielza se queixava de mal-estar desde o início da manhã. Ao levantar, comentou que se sentia estranha.

“Tenho o hábito de tomar água quando estou em jejum. Não bebi e agora estou meio enjoada”, disse.

Mesmo assim, fez exercícios na bicicleta e participou de uma festa. No mesmo em que passou mal, a Globo cortou a transmissão do pay-per-view imediatamente.

Socorrida, Marielza foi levada ao hospital Cardiotrauma, em Ipanema, na Zona Sul do Rio.

Globo sabia dos riscos

Alguns dias depois do ocorrido, a Folha de S.Paulo descobriu que a Globo sabia dos riscos.

“A primeira avaliação médica feita indicou que ela apresentava elevados fatores de risco para participar do programa, como ser tabagista, sua própria idade e o sedentarismo. Além disso, Marielza relatou já ter sofrido de hipertensão. Por essa razão, a participante foi submetida a exames complementares antes de entrar no programa”, explicou a reportagem de Daniel Castro e Pedro Dantas.

“A Globo sempre soube que ela tinha fatores de risco e nos pediu que definíssemos quais riscos eram esses”, disse o médico Artur Cotrim, coordenador do setor de check-up do Pró-Cardíaco Pronto Socorro Cardiológico, hospital do Rio responsável pelos exames dos participantes do BBB.

“Cotrim afirma que, diante dos fatores de risco, Marielza passou por cinco exames, mais rigorosos do que os aplicados aos demais participantes. Foi submetida a um ecocardiograma (ultra-som do coração), um teste ergométrico (em esteira), uma cintilografia miocárdica (para avaliar irrigação do coração), uma ressonância magnética e um teste de reatividade cardiovascular ao estresse”, enfatizou o texto.

“Em nenhum desses exames foi indicado qualquer problema, qualquer alteração. Ela estava apta a participar do programa do ponto de vista cardiológico. O que ocorreu com ela [o AVC] não tinha como prever. Não foi o programa que causou isso. Acredito que foi o tabagismo”, completou Cotrim.

Após alguns dias de internação, Marielza recebeu alta e se recuperou. Atualmente com 63 anos, está aposentada.

Em 2005, ela foi substituída no programa pela vendedora Aline, que acabou sendo eliminada com recorde de rejeição.