in ,

ForçaForça AINAIN

Após serem acusados de racismo, Facebook remove o sistema de reconhecimento facial

O Facebook anunciou, nesta terça-feira (2/11), que irá remover a ferramenta de reconhecimento facial que identifica automaticamente os usuários em fotos e vídeos.

A desativação ocorre em um momento em que a empresa faz um acerto de contas com usuários que criticaram o dispositivo por identificá-los falsamente como criminosos ou favorecer rostos brancos em vez de pessoas pretas.

A rede social de Mark Zuckerberg, que anunciou na semana passada seu novo nome, Meta, também está enfrentando ataques no Judiciário de reguladores e legisladores sobre a segurança do usuário, tendo que explicar uma ampla gama de abusos.

“Em meio a essa incerteza contínua, acreditamos que é apropriado limitar o uso do reconhecimento facial a um conjunto restrito de casos de uso”, disse Jerome Pesenti, vice-presidente de inteligência artificial do Facebook.

reconhecimento-facial

A rede social excluirá o reconhecimento facial de mais de 1 bilhão de pessoas. Isso será implementado globalmente e deve ser concluída até dezembro, de acordo com um porta-voz da companhia.